Sobre o encontro entre PCP e PS

Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral

9 Outubro 2019, Lisboa

Publicado em Home | Comentários fechados em Sobre o encontro entre PCP e PS

Eleições legislativas de 6 de Outubro de 2019

Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP

6 Outubro 2019

Publicado em Home | Comentários fechados em Eleições legislativas de 6 de Outubro de 2019

NOVO BANCO, UM BURACO SEM FUNDO

Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

2 Agosto 2019

Sobre os resultados do 1º semestre de 2019

1 – Com um prejuízo de cerca de 400 milhões de euros, o Novo Banco apresentou hoje as contas do primeiro semestre de 2019. Com mais de 7 mil milhões de euros entregues pelo Estado ao Novo Banco, desde a Resolução do BES em Agosto de 2014, os portugueses continuam a pagar os custos de uma política de gestão ao serviço dos interesses monopolistas.

2 – Como já vem sendo habitual, no próprio dia da apresentação das contas a administração do Banco veio de imediato anunciar mais um pedido de 540 milhões de euros ao Fundo de Resolução, leia-se ao Estado português. A Lone Star usa mais uma vez a garantia pública de 3,9 mil milhões de euros que o actual Governo lhe concedeu, num processo de venda do Banco ruinoso para o País.

Este novo pedido da Lone Star, de uma injecção de mais 540 milhões de euros, por parte do Estado no Novo Banco acontece no preciso momento em que o Banco, que já reduziu em mais de 2.000 o número de trabalhadores, desde a Resolução do BES, prepara-se para despedir mais 400 trabalhadores, como se depreende do pedido feito ao Governo de alargamento da quota de trabalhadores despedidos a quem podem atribuir subsídio de desemprego.

O Estado paga para limpar os activos problemáticos, paga o despedimento de trabalhadores e a Lone Star cria as condições para vir a vender o banco e retirar dessa venda um lucro significativo como faz habitualmente.

3 – A venda do Banco pelo actual Governo alinhado com as imposições da Comissão Europeia, determinou não só a perda de um importante instrumento de política económica e financeira e a sua integral devolução à mesma gestão que o fez colapsar: a gestão privada. A venda do Novo Banco demonstra, por si só, que a privatização foi uma má opção com custos que podem ultrapassar os 10.000 milhões de euros e que a solução que melhor teria servido os interesses do País e dos portugueses, como o PCP defendeu e continua a defender, é a nacionalização do Banco.

Publicado em Home | Comentários fechados em NOVO BANCO, UM BURACO SEM FUNDO

Apresentação do Programa Eleitoral da CDU

Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP
16 de Julho de 2019
Publicado em Home | Comentários fechados em Apresentação do Programa Eleitoral da CDU

Ao contrário de outros, não temos duas caras: O que dizemos aqui, é o mesmo que fazemos na Assembleia da República

Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP

14 Julho 2019, Vila Real

Ao contrário de outros, não temos duas caras: O que dizemos aqui, é o mesmo que fazemos na Assembleia da República

As minhas cordiais saudações a todos vós e por vosso intermédio ao povo do distrito de Vila Real.

Com esta Sessão Pública, aqui estamos a dar o primeiro passo da candidatura da CDU às Eleições para a Assembleia da República do próximo dia 6 de Outubro, com a presença e a intervenção do camarada MANUEL CUNHA, o primeiro candidato da nossa Coligação pelo Circulo Eleitoral de Vila Real, mas também dos membros da lista da CDU, a quem saudamos e fazemos votos de bom trabalho e êxito, nestas eleições que constituem um momento da maior importância para o futuro do País.

Este Acto, marca um importante momento no exigente percurso de intervenção da CDU para enfrentar essa importante batalha eleitoral que vai determinar o rumo da vida política nacional e a vida do povo português para os próximos anos.

O grande desafio que o País enfrenta nas eleições para a Assembleia da República é a escolha entre dois caminhos: – avançar no que se conquistou e responder aos problemas do País, dando mais força à CDU, ou andar para trás, pela mão de PS, PSD e CDS!

Por isso, estas eleições são da maior importância para o futuro da vida de cada um dos portugueses e em grande medida decisivas na evolução da nossa vida colectiva.

Continuar a ler
Publicado em Home | Comentários fechados em Ao contrário de outros, não temos duas caras: O que dizemos aqui, é o mesmo que fazemos na Assembleia da República